Uma viagem pelo tempo

Os mais variados quadrinhos que compõem parte da história da Kikomics. Clique nas imagens para vê-las ampliadas e divirta-se!

 
     
 
Anos 80  

Alguns dos primeiros gibis, criados a partir de folhas de sulfite dobradas ao meio...

... e desenhados
com canetas
esferográficas!

Anos 90  

Quadrinhos sobre skate e pancadarias de gangs de rua, inspirados em fliperamas beat'em ups
e filmes de luta.

Hidrocores, esferográficas, lápis de cor, colagens...

1999  

Primeira história publicada na revista CD Expert Kids, em agosto, em comemoração ao folclore.

A primeira história da Loira do Banheiro foi vendida a um amigo. Os originais jamais foram encontrados.
2000  

Nasce a primeira edição de Os Deslocados, zine feito no estilo sulfite dobrado e grampeado.

Inteiramente desenhado com canetas nanquim Sakura e caneta piloto.
2000  

Ainda pelo estúdio em que trabalhava, as histórias da turminha do Pão de Açúcar Kids, que antes eram apenas escritas, passam a ser desenhadas!

Segunda edição do zine Os Deslocados. Criado de maneira similar ao primeiro, porém agora com os desenhos colados sobre papel preto.
   
2001  

Muitas histórias da CD Expert Kids ainda foram publicadas, até mesmo como freelancer, para o estúdio onde trabalhei...

...inclusive de outras turminhas! Trabalhos publicados até 2003.
   
2002  

Criação do Zeca, personagem que vive aventuras em quadrinhos para o "Chuá!"...

...publicação da Deca voltada para
os instaladores hidráulicos. Trabalho que duraria até 2012.
   
2003  

Tiras para livros didáticos
da Editora Saraiva.

Aulas de história em quadrinhos pela ONG "Fique Vivo".
2004  

Criação de Globalizados Descartáveis. Zine com a temática do mundo globalizado, com tiras e cartuns diversos.

Desenhado com caneta nanquim Sakura e caneta piloto.
2005  

Criação de Hugo Urado e Zeca Tatodas pelo selo
“100 Rasura”.

Os desenhos são feitos diretamente no sulfite, com caneta piloto, sem qualquer rascunho prévio.
   
2006  

Publicação de "Brônquio Bill, o Terror do Zácaro".

Quadrinho educativo para a Associação Brasileira dos Asmáticos, em parceria com a Novartis.
2006  

Globalizados Descartáveis e Hugo Urado na Fest Comix, impressos e levados na pasta, para serem apresentados aos expositores.

Oficialmente, a primeira vez que os primórdios das publicações Kikomics saem para o mundo!
   
2006  

Charge publicada no Lance! parodiando o "Quadrado Mágico" da seleção brasileira, na Copa de 2006.

Publicação do gibi Turma da Fico, com histórias e passatempos para a apresentação da linha de produtos da Casa Fácil.
2007  

Hugo Urado n°2, no estilo papel dobrado e grampeado, começava a ser criado.

   
2008  

Criação de Deus é Brasileiro...

... e Lucinho,
seu fiel assistente.
   
2009  

A pedido da Deca, o Zeca é reformulado. Nasce, então, o Zequinha.

De visual mais moderno, continua a apresentar os produtos de maneira criativa e elegante!
2009  

Primeiras tiras publicadas no blog Tiras Nacionais, sob o selo "Kikomiks", com personagens de um universo chamado "Tudo Errado".

Primeira idealização da Catacumba:
um zine de contos de terror, que jamais foi publicado.
2010  

Criação de Ivo Mortov, idealizado primeiramente para ser um personagem de um jogo.

   
2011  

O início da edição de quadrinhos do Hugo Urado da forma como conhecemos hoje.

   
2012  

Oficialmente, as primeiras publicações Kikomics: Hugo Urado e Deus é Brasileiro.

Ilustração publicada na "Revista Prego", edição Drogada.
   
2012  

É publicado o último quadrinho do Zequinha.

   
2013  

Lançamento do site Kikomics.

A data é considerada o nascimento oficial da Kikomics.
2013  

Participação do evento Ugra Zine Fest, com o lançamento "Ivo Mortov, um morto-vivo em terra de zumbis".

Até o fim do ano foram lançados mais 4 quadrinhos. Criado também o primeiro roteiro dO Homem da Capa Preta.
   
2013  

Primeiros trabalhos para a revista "Recreio", que durariam até 2016.

Tiras com personagens como "Super Elói", "As Pombas" e até mesmo uma versão colorida do "Ivo Mortov".
2014  

Lançamento do quadrinho "Catacumba #1" no Ugra Zine Fest.

O Homem da Capa apresentado como projeto do Proac.
2014  

Participação do zine "Rabisco", editado pela Ugra Press.

Tecla que eu Gosto! Quadrinho para presentear o Marcatti.
   
2014  

Participação da primeira CCXP...

...com participações consecutivas até 2018!
2015  

Participação do zine "Singela Homenagem", ao lado de artistas dos quadrinhos underground, editado pela Ugra Press.

Catacumba #2 inova com serigrafia especial na capa. Gibi também ganha um trailer animado!
Lançamento no Ugra Fest daquele ano.
   
2015  

Quadrinhos
na revista MAD...

...publicados até 2016.
2015  

Participação do FIQ, em Belo Horizonte.

O Homem da Capa apresentado como projeto do Rumos Itaú Cultural: mais um tempo maturando na gaveta.
2016  

"A Trilha" foi inspirada em Thriller. Criada para a coletânea Volume Morto Muito Louco, que infelizmente não foi publicada.

Lançamento do novo site Kikomics.
2016  

Catacumba #3 inovando a narrativa dos quadrinhos nacionais, com um segredo que não pode ser revelado (a menos que o leitor leia!).

Durante a CCXP, live drawing num estande de materiais de arte: o capítulo 544 da maior HQ do mundo!
   
2017  

Pela editora Estronho, "À Moda da Casa" é publicado, em parceria com Julio Wong.

Ugrafest de 2017. Pinup do Frauzio na exposição que homenageia Marcatti.
2017  

Catacumba Crimes com o adesivo espelhado na capa leva leitores ao delírio pela criatividade e metalinguagem, durante o lançamento.

O gibi vinha num saco de coleta de evidências e foi o primeiro com espaço para o leitor marcar suas impressões digitais!
   
2018  

Participação da coletânea "Imaginários em Quadrinhos - Vol. 5", da editora Draco, com a história "Magnólia".

Participação do Marcatti 40, editado pela Ugra Press, com a história Necrofrauzia. O livro ganha o Troféu HQMix em duas categorias.
2018  

O Homem da Capa Preta finalmente é publicado pela Kikomics. O gibi aparece na lista de melhores do ano de Sidney Gusman, como menção honrosa.

Catacumba Fobia com uma capa de arrepiar os sentidos: a aranha recebe adesivo aveludado para aterrorizar os fóbicos!
   
2019  

Quadrinhos de terror para uma publicação da editora Intrínseca.

Participação da coletânea VHS com uma história introdutória e um pôster exclusivo.
2019  

É lançado "SOMBRIA", primeiro quadrinho autoral colorido.

Indicação ao Troféu Ângelo Agostini na categoria desenhista, pelo quadrinho Catacumba Fobia.
 
 
 
               


© Kiko Garcia | contato@kikomics.com.br